terça-feira, 9 de setembro de 2008


Filosofia de calçada:

um diálogo entre o sem-noção e o pessimismo...

Estávamos Ingrid e eu voltando do shopping e aí iniciou-se esse diálogo no mínimo... curioso.

Olho pro trânsito enquanto aguardo passar... e falo:

"Droga, amanhã começa tudo de novo. Mas não vou reclamar não. A gente tem saúde, trabalho, din-din na conta...

Ingrid: " Pouco, né?"

Eu: "Mas tem..." E continuo: " A gente tem moradia, pessoas que nos amam..."

Ingrid: "E o mais importante de tudo, gata... (pausa dramática) ... a gente tem tv a cabo!

Porque sem tv a cabo, meu bem, eu já teria cortado os pulsos..."

Moral da História:
"Nós é pobre, mas é limpinho..."

2 comentários:

Mel disse...

eu tenho livros, filmes e tv a cabo... O problema nem sempre é ter tambem mas as vezes, a gente esquece que não ter umas coisas é bom. tipo não ter doença. não ter familia errada, não ter um monte de coisa que parece que é bom e não é. Não sei o que sou. Se pessimista ou desajustada. Mas quero ser feliz mesmo sendo isso. hehehe. te amo. vou entrar sempre aqui agora. beijos

Lelê disse...

Você está a cada mais... intensa, firme, engraçada e leve.
Esse diálogo é, no mínimo, um atentado engraçado ao mau humor, ao estress no cotidiano. Adorei!! E viva a literatura e a tv a cabo... porque não daria mesmo pra levar a vida sem as duas... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!