domingo, 25 de abril de 2010



A minha, a nossa Beira-Mar


Ontem fui dar uma caminhada ao ar livre, sem muitas pretensões. Só pelo simples prazer de olhar a vida, de fazer parte da sua paisagem. De fazer o exercício das pequenas coisas.
E como é bom ter na minha cidade o mar ali pertinho, ao alcance. Dá uma sensação de possuir uma riqueza de coisas belas, sem nos custar nada.
E como a cidade fervilha no final da tarde. São crianças, adultos, namorados, esportistas, idosos, cachorros, turistas, amantes, enfim uma infinidade de gente e de cores.
E o que é aquele pôr-do-sol na Praia de Iracema? E as cores do crepúsculo? E os barcos? Não tem como descrever, só indo lá.
Eu até pensei em levar a câmera, mas eu estava a fim mesmo era de curtir, de absorver tudo. Sentir aquela maresia invadir meus pulmões, ouvir as ondas batendo nas pedras e agradecer a vida.
Bacana foi descobri tanta coisa nova: um novo calçamento no aterrinho que termina no mar, uma outra loja do Café Castagno (com cara de aconchegante), o jardim Japonês que está quase pronto e lindo, o atirador de facas fazendo sua apresentação ao lado da família e falando em Deus, os gringos que se esforçam para pertencer à minha terra e que maltratam tanto o meu povo, os trabalhadores informais que sorriem pra qualquer um, enfim, universos tão diferentes que naquele lugar parecem ser um só.
Como é bom poder redescobrir minha cidade!
Ontem, lavei meu pé no mar, brinquei na areia, tomei água de coco, comi milho verde, vi os artesanatos... fiz um excelente passeio. Vou fazer mais vezes!!! Prometo!
É sempre um prazer te visitar, minha Beira-Mar!

3 comentários:

Eveline disse...

Tudo isso e muito mais! O trenzinho da alegria enchendo de fantasia as crianças, as jangadas atracadas e se movendo com o balanço do mar... O final de tarde nas barracas de camarão, vendo o pôr-do-sol...
Tudo isso, me faz ter mais orgulho ainda da minha cidade...
Beijos

Bebel disse...

Fiquei numa inveja que nem te conto...
Eu quero...

diene disse...

De fato, não há como explicar aquele pôr-do-sol! Só indo lá pra contemplar, interagir, vivenciar, agradecer, extasiar-se...Presente de Deus! Minha amada Fortaleza!Bjim!